Quem somos nós? – crônica bem humorada

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Quem somos nós? – crônica bem humorada

Mensagem por Darth-kun em 19th Março 2011, 22:04

Eis uma pergunta cuja resposta é difícil de ser dada com plenas convicções principalmente se pararmos para pensar um pouco.

Seremos de fato humanos? Mas o que seria ser humano? O que é um humano?

Nos definimos principalmente pelo “achismo” e não pela nossa aparência física, muito parecidos com o homo-sapiens, mas diferente dele, com certeza, e guardando apenas este elo, que não é elo, posto que nosso DNA difere também dele, podemos nos dizer uma evolução do homo-sapiens?

Seguindo a teoria do evolucionismo somos descendentes de macacos, e antes de répteis (pulei as galinhas porque não gosto desta lembrança e minhas amigas não gostaram também) e antes de peixes anfíbios, e antes, de peixes mesmos, donde se conclui por esta teoria que somos todos “santistas”, manos do Neymar. Então Neymar é nosso Pai e criador dos humanos, Neymar era o Adão. Mais um Neymarfacts, um tremenda bobagem que encheu a todos por causa de uma mídia burra, coisas do ser humano moderno, como eu.


Seguindo esta linha evolucional percebemos que tem algo a haver sim, afinal quem não ouviu falar de “jararacas”, adjetivo de ótimas mulheres, normalmente sogras, e tem também mulheres cavalonas, homens brutos chamados de cavalos também, outros conhecidos como elefantes, jacarés, piolhos, papagaios, e assim por diante, e até veados (este não sei por que), mas encontramos outros homens conhecidos como gambás, bambis e porcos, muito estranhas estas espécies que se reúnem em grupos e atacam uns aos outros sem motivos nenhum, incompreensíveis para a ciência de Harvard, contudo objeto de intensos estudos por vários cientistas, talvez sejam mesmo reminiscências contidas no DNA.

Há um novo tipo chegando neste terceiro milênio, como previam os espiritualistas, tipos mais evoluídos e vegetarianos, como mulher maçã, mulher pêra, candidata a deputado federal, mulher melancia confinada para estudos numa fazenda e fazem companhia considerada moderna com homens fruta também, conhecidos como frutinhas. Nada contra, afinal estamos no terceiro milênio, nova era, novos tempos e novos seres humanos.

Mas o que a ciência descobre hoje é que depois do homo sapiens existe ou deveria existir um elo perdido, afinal diferenças genéticas destes homens da caverna de quase 1% dos seres humanos atuais, os arianos, são diferenças por exemplo do homem moderno para o macaco rhesus, portanto, não é possível afirmar que viemos dos macacos ou se não se concorda com isto, podemos deduzir então que somos macacos ainda, uma espécie diferente apenas que pensa que pensa. O que nos coloca na teoria que somos nós o “elo perdido” e que o verdadeiro “ser humano” ainda está para vir a Terra, ou surgir do nada, eis que de nossa descendência acho difícil que saia alguma coisa melhor.

Por que?

Por que nos definimos diferentes dos macacos, ora, porque somos “inteligentes”! Mas inteligentes por quê? Em que?

O homem atual criou ferramentas, carros, aviões, computadores para se comunicar com os outros, e daí? E daí que paramos por aí em tamanho de evolução.

A ciência do homem também criou armas, bombas atômicas, vírus de laboratório, e de tempos em tempos promove umas super guerras para diminuir as populações. Já os animais não são capazes desta proeza, por isso somos humanos e superiores. Alguém dúvida?

Os animais as vezes matam uns aos outros, mas por necessidade, como os carnívoros, tipo homens-leão que adoram uma carne, e pode ser crua mesmo com bastante sangue. Já os seres humanos são mais inteligentes, e tem armas poderosas como rifles AK-47, e matam mesmo uns aos outros sem motivação alguma, só para matar e jogar fora o que sobra do cadáver. Isto é a inteligência e a evolução que nos faz modernos e mais inteligentes que os animais, não comemos carne de outros, somos mais espertos, por isso, por esta qualidade de raciocínio de dizimar uns aos outros sem motivos lógicos somos considerados seres humanos, da quinta sub-raça, a raça ariana.

Se lerem o texto que escrevi sobre a Importância das Raças, vão compreender melhor que o que a Teosofia explica está mesmo certo, esta atual Raça Ariana é tipo o elo perdido mesmo, e longe de ser considerada humana, ainda é muito mais animal do que imaginamos.

Está para vir ainda os verdadeiros seres humanos sobre a face da Terra, tipo “seres de krypton”, com capacidades incríveis do Clark Kent, é duro como aço e tem olhos de raio-x e enxerga através de paredes e roupas também, mas não se preocupem que no futuro ninguém vai ligar tanto em sexo como hoje, afinal no futuro vilumbrado por Wood Allen em o Dorminhoco, as pessoas farão sexo sim, mas apenas mental, esfregando uma bola de prazer. Ei, não é a bola que você está pensando, não! É uma bola grande e não pequena, e tipo de energia, que basta esfregar que você chega a um orgasmo mental. Que bonitinho, não acham? Mas cá entre nós, onde Wood Allen tava com a cabeça de achar que esfregar bolonas é melhor que esfregar bolinhas? O cara é mesmo um louco!

Querem mais um exemplo do elo perdido? Nos estudos recentes publicados na Revista Nature & Science divulgada pela Fox News surpreende o mundo ao determinar que o que antes era ensinado de que nós humanos diferimos uns dos outros em apenas 0,1% do genoma não é verdade, e que muitas outras diferenças genéticas foram identificadas, diferenças estas que impõem uma verdade: geneticamente somos muito diferentes, posto que estas diferenças genéticas, embora possam ser consideradas pequenas, são quase como as diferenças dos humanos com macacos.

A análise do genoma tem sido focada, principalmente, comparando as diferenças, ou “polimorfismo”, nos padrões de letras individuais do código químico que produz e sustenta a vida humana. Mas agora, um grupo de cientistas de todo o mundo veêm de um ângulo diferente e acredita ter descoberto uma variação complexa e de ordem superior no código.

Pelo estudo podemos pensar como a Teosofia nos ensina que as sub raças humanas, as tribos bíblicas, surgiram na Terra em épocas diferentes e embora geneticamente semelhantes, ainda assim diferentes em graus do genoma e não são origem de uma de outras sub-raças. A mesma conclusão pode ser diferida ao analisarmos a formação dos tipos sanguíneos nos seres humanos. Misteriosamente há tipos sanguíneos que acredita-se surgiram na raça humana há apenas 7.000 anos, enquanto que outros fazem parte dos humanos de 100 mil anos atrás e a cor da pele não serve de parâmetro, porquanto há de todos os tipos em todas as raças, como se explica?

Segundo o Neymar ou Neumann para os americanos as raças humanas não são importantes pra determinar quem é mais macaco que os outros, já que é comum a todos os tipos as diferenças genéticas e tipos sanguíneos. Neymar é bom, sabe tudo… Neymar é Papai-sabe-tudo!

Nesta altura do texto, Neymar recomenda pensar mesmo no Criacionismo e na intervenção divina ou intervenção de outros humanos semelhantes como os intra-terrestres.

Se pensarmos mais chegamos a conclusão que os intra-terrenos são os nossos pais e genitores e que Krypton (terra dos super homens e super mulheres) é um mundo intra-terra(dimensão interna), e que Clark Kent e Neymar são de Krypton e seus genes podem modificar a atual raça humana geneticamente, para sempre e para o futuro. Eis uma teoria típica de filmes americanos. E estrelando o filme proponho o Brad Pitt como Salomão-Kryptoniano, o cara era “forte” e teve filhos com mais de três mil mulheres, além dos filhos com a Rainha de Sabá, a Angelina Jolie. Que tal? Poderia ser o casal Robert Patinson e Kristen Stewart, porém teríamos uma humanidade de super-vampiros, legal essa também.

Como super-vampiros com Ipods nem precisaríamos de armas, mataríamos uns aos outros “al dente” literalmente.

Mas chega de conversinha, e quem somos nós?

Como vemos a atual civilização terrestre hoje, somos um híbrido, provavelmente “grey” ou reptiliano para quem gosta de ficção, mas na prática, algum tipo de semi-humano, um intermediário em evolução entre animal e ser humano.

Nossa principal característica é o prazer de matar os outros de várias formas, como tiros, facadas, bombas atômicas, fome, miséria, jogar pela janela do prédio, ensinar práticas sexuais para criancinhas pela televisão e em Igrejas, ter invejas de famosos, como o Neymar e outros kryptonianos famosos, etc..

Neste momento como estava tudo enfadonho, criamos uma super guerra de papelzinhos, e chamamos de “Guerra do Câmbio”, e estamos nos divertindo criando várias estratégias para enfim “dominar o mundo” num plano desta vez infalível.

Nos diferimos dos animais pela nossa inteligência usada pelo prazer de fazer os outros sofrerem e aos matá-los não os comemos por que isto é muito animal e somos humanos!

Meus Deus, me traz logo a bolona de prazer do Wood Allen, vou fabricar e vender ao mundo todo, ficar rico e ir morar numa ilha secreta bem longe destes humanos que querem me matar e eu só quero é ser feliz.



FONTE
avatar
Darth-kun
Moderador
Moderador

Mensagens : 4938
Idade : 24
Inscrição : 30/11/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum